3 de dez de 2014

PROMOÇÃO e RESENHA de O Sequestro por César Costa

PROMOÇÃO: em todas as postagens eu vou colocar aqui o link da promoção para vocês não perderem! E espero que vocês também tenham gostado da mudança de template, eu resolvi colocar algo mais limpo até conseguir um layout mais definitivo, então tenham um pouquinho de paciência amigos!

3 GANHADORES 3 COLEÇÕES

******************** Participem!!!






A resenha de hoje é sobre o livro O Sequestro escrito por César Costa.

Sinopse (Skoob)
Carolina Mendonça é uma menina muito esperta e animada. Sobrinha e admiradora do trabalho do delegado Mendonça, um respeitado policial, a garota procura seguir os passos do tio, tornando-se uma detetive amadora. Neste caso, quando o dentista de sua amiga Camile desaparece, Carolina resolve investigar o sumiço do médico, o que a leva a vivenciar diferentes e perigosas experiências. Por outro lado, o delegado Mendonça tem um difícil sequestro para solucionar. Muita emoção e aventura estão reservadas para este misterioso caso.


Eu comecei a ler o livro achando que a história seria de uma forma e na verdade me surpreendeu bastante, me levou umas duas horas para terminá-lo por completo. Primeiramente, os personagens são bem construídos e são bem descritos pelo autor. Carolina é uma garota muito intrigada com as coisas e desperta em seu sangue o dom para detetive. O delegado Mendonça, tio de Carolina, é honesto e determinado, me lembrou até o Gordon da série nova de Gotham( próxima resenha).

A narrativa se divide em duas e ambas parecem ter relação com dois sequestros que aconteceram e a alternância de vozes na narrativa se dá por capítulos. O ambiente é muito bem descrito, me fez visualizar partes da cidade onde aconteceram os sequestros de forma tão clara que ainda vejo como tudo aconteceu.

Estilo de escrita do autor também me chamou a atenção. De forma simples e clara a narrativa se segue e mesmo que se trate de um livro de investigação policial, nós conseguimos entender claramente a linguagem e os termos utilizados, o que facilita muito para o alcance de um publico maior.

Gostei principalmente da nacionalidade presente e clara no livro. Eu consegui ver como o autor traz o Brasil para dentro do livro, e eu acho muito importante que mais autores façam isso porque nossa cultura literária está tão disseminada com temas estrangeiros que histórias assim fazem até sentir saudades de autores como Pedro Bandeira ou Ziraldo.

Enfim, no geral o livro me agradou e me surpreendeu de uma forma que não esperava, principalmente o final.




Postar um comentário